I’ve learned to see the bright side of life.

belong myself

Sempre que a tristeza me arrasta para um lugar que não quero estar, eu luto para sair com a única arma que conheço: procurar a luz daquele momento. São tantos problemas, tantas preocupações que machucam. As vezes não sei mais onde me encontrar. Mas ter descoberto cedo o que quero fazer da vida ajuda. Porque apesar de todas as dores, eu sei que estou onde deveria estar. Porque eu sei que faço bem o que sempre quis fazer. E porque se eu me deixar perder, não terei nada.

Então caminho por ai. Sozinha, calada… Sempre pensando um milhão de coisas ao mesmo tempo. Mas pelo menos, isso é o que eu sempre quis fazer. Imaginar um mundo diferente no qual eu possa voar. E contar pra todo mundo como é por lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s