Korea, we love U. 2

A cada dia eu me surpreendo mais com a indústria de entretenimento da Corea. Eles estão se modernizando cada vez mais rápido sem perder suas raízes culturais. Bastante perceptível em versões de dramas japoneses e chineses que eles fazem.

Meu vício e felicidade do momento chama-se Boys Before Flowers, versão do drama de sucesso do Japão chamado Hana Yori Dango, [ veja a sinopse no final do post] que tem inclusive uma outra versão taiwandesa. Por questões culturais e estéticas a Corea deixou sua versão bem mais atrente aos espectadores, principalmente aos ocidentais que se prendem mais ao formato de roteiro dos coreanos. Enquanto na versão japonesa ficamos bastante curiosos com os próximos acontecimentos, na versão coreana dá vontade de arrancar os cabelos e gritar querendo saber a continuação. Os atores são mais fofos, a atuação é bastante exagerada mas é cultura deles e a trilha sonora dá uma grande diferença. Como a maioria dos artistas na Corea são performers, ou seja, cantam, dançam e representam, a trilha sonora é tão ou mais importante para a indústria deles.

Se você tem curiosidade sobre a cultura oriental e/ou é viciado em doramas o site d-addicts é o Paraíso. Lá você pode encontrar diversos dramas para download e ainda discutir seus episódios no forum. Mas o verdadeiro Paraíso dos dramas e filmes  orientais chama-se My soju. Com Boys Before Flowers, o My soju está usando um programa online chamado Viikii, ele upa videos do youtube e permite que todos contribuam com a legenda. Sendo assim, com o sucesso da série existe legenda em português e as legendas em inglês saem com bastante rapidez.

Assista!! Você não irá se arrepender! ;D

boys before flowers

Jan Di é uma menina comum, sua família possui uma lavanderia próxima ao luxuoso e conhecido colégio Shi Hwa. Ela conhece 4 meninos ricos e mimados, filhos das famílias mais ricas da Corea quando vai fazer uma entrega no colégio. Esse meninos são conhecidos como F4 ( flower 4 ou as 4 flores) e causam problemas aos que ousam respondê-los ou fazer algo contra eles. Por um acaso, Jan Di acaba como aluna desse colégio ao salvar uma das presas do F4 e tentando passar desapercebida termina mais envolvida do que gostaria com os F4.

PS: FÓRMULA DO SUCESSO: sentiu alguma semelhança? Colégio onde estudam os mais ricos do país? Um grupo que pertuba os alunos? seita? Uniformes típicos de colégios orientais, saias, blazers? Trilha sonora própria? Pobres e ricos aprendendo a conviver juntos??  A fórmula de sucesso parece a mesma e qualquer semelhança com Rebelde não é puro acaso, pois o produtor de Rebelde afirmou ter feito pesquisas e se inspirar bastante em dramas japoneses para compor a novelinha mexicana. E acaso ou não, Hana Yori Dango foi lançada antes de Rebelde em 2004 e estava fazendo muito sucesso no oriente durante as pesquisas.

Quixote no centro cultural!!

ALERTA!!! ASSISTA QUIXOTE!quixote-67

Merchan básico, puxa-saco, amigo mas super sincero.

Se vc não quer ficar em casa e busca fazer um programa cultural bem legal, vá assistir Quixote no Centro Cultural São Paulo de 13 de janeiro à 19 de fevereiro.

A peça revivi os momento de Quixote, personagem emblemático de Miguel de Cervantes. Montada poéticamente pela Cia dos imaginários, busca através de músicas, luz e expressões atingir todos os sentidos das pessoas, emocionando e tocando fundo cada um.  Vale a pena conferir e se emocionar.

Quixote – Centro Cultural São Paulo
R.Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo
de 13 de janeiro a 19 de fevereiro
de terça a quinta, às 21h
–  R$ 15 , R$ 7,50 (meia para estudantes e maiores de 60 anos)
Tel.: (11) 3383-3400

fotos da temporada de agosto no FLICKR